Votorantim capta 750 milhões de euros para 2017

Demanda superou cinco vezes o total emitido, atraindo mais 300 gestores e investidores, segundo a empresa

Agência Estado,

22 de abril de 2010 | 16h10

O Grupo Votorantim concluiu a 1ª emissão de títulos de crédito de longo prazo (eurobonds) no mercado europeu, no valor de 750 milhões de euros, com vencimento em abril de 2017. Os recursos obtidos com a captação - executada pela Voto-Votorantim Limited, subsidiária da Votorantim Participações - serão usados para antecipar o pagamento de dívidas que vencem nos próximos três anos e alongar o perfil da dívida do grupo.

 

Os papéis foram emitidos com juros (cupom) de 5,25% ao ano, a serem pagos semestralmente. O spread foi de 250 pontos-base em relação à taxa de referência de juros em euro (mid swap), o que significa um retorno ao investidor (yield) de 5,32%.

 

De acordo com a Votorantim, a demanda pelos títulos superou cinco vezes o total emitido, atraindo mais 300 gestores de recursos e investidores na Europa.

 

Por conta do fechamento dos principais aeroportos da Europa durante a semana, o road show, programado para os dias 19 e 20 de abril, foi substituído por uma teleconferência com os investidores, segundo a empresa.

 

A operação recebeu a classificação de risco "BBB" da agência Standard & Poor's, "Baa3" da Moody's e "BBB-" da Fitch Ratings, todas classificadas como grau de investimento.

 

A emissão é garantida pela Votorantim Participações S.A., Votorantim Cimentos Brasil e CBA - Companhia Brasileira de Alumínio e foi coordenada pelo Deutsche Bank, HSBC e Societe Generale. 

 

Esta é a segunda emissão externa do grupo em 2010. Em março, o Votorantim lançou US$ 750 milhões, com yield de 6,75% e retorno de 6,875%.

Tudo o que sabemos sobre:
emissãobônusVotorantim

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.