Votorantim diz que acordo com Cinveste depende de oferta pela Cimpor

A Votorantim informou hoje à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) que existem mecanismos de revisão de preço que ajustam a contrapartida devida pela empresa à Cinveste. Mais cedo, a Votorantim divulgou compra de mais 3,93% de ações da portuguesa Cimpor, que pertenciam à Cinveste. Foram adquiridas 26.402.425 ações de emissão da Cimpor, pelo montante de 154,45 milhões de euros, o correspondente a 5,85 euros por ação. Conforme o comunicado enviado à CMVM, o preço dependerá da oferta pública de aquisição (OPA) em curso na Cimpor. O prazo da OPA pela CSN termina no dia 22 de fevereiro.

Chiara Quintão, da Agência Estado,

17 de fevereiro de 2010 | 14h36

 

No dia 12 de fevereiro, a Votorantim informou à CMVM que havia mecanismos de revisão de preço que ajustam a contrapartida devida por ela à Lafarge. A Votorantim comprou a participação de 17,28% da Lafarge na Cimpor. Na ocasião da venda, a Votorantim informou que pagaria pelas ações com fábricas no Brasil, mas, por meio do comunicado, esclareceu

que isso dependeria da oferta pública em curso ou de eventual oferta concorrente.

 

Tudo o que sabemos sobre:
VotorantimCinvesteCimpor

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.