Wall Street cede diante da dúvida sobre pausa nos juros

As Bolsas de Nova York operaram toda a manhã em baixa, com os investidores colocando novamente em dúvida a possibilidade de o Fed (banco central americano) suspender já na semana que vem o ciclo de aperto das taxas de juro. Indicadores de preços de gastos de consumo, divulgados mais cedo, levaram à revisão das apostas sobre juros nos contratos futuros, levando a 42% a chance de a taxa subir para 5,5% ao ano na reunião do Fed em 8 de agosto. Ontem a possibilidade era de 31%. O índice de atividade industrial ISM de julho e os dados sobre gastos com construção acentuaram as dúvidas do mercado, sem, entretanto, alterar as projeções dos futuros dos Federal Funds. O ISM subiu para 54,7 em julho, de 53,8 em junho. Os gastos com construção sobem 0,3% em junho, superando a previsão de alta de 0,1%. As ações do setor de tecnologia registram as maiores perdas, provocando queda de 1,40% no índice Nasdaq, às 12h20. O índice Dow Jones operava em baixa de 0,68% e o S&P 500, de 0,70%. As informações são das agências internacionais e Dow Jones.

Agencia Estado,

01 de agosto de 2006 | 12h28

Tudo o que sabemos sobre:
finanças

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.