Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Yuan tem máxima recorde à espera de ação do PBOC

O Banco do Povo da China deve conduzir a moeda para cima e cumprir a meta de valorização de 5% estipulada para 2011

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

26 de dezembro de 2011 | 08h05

O yuan atingiu uma máxima recorde em relação ao dólar nesta segunda-feira com as expectativas de que o Banco do Povo da China (PBOC, o banco central do país) conduzirá a moeda para cima a fim de cumprir a meta de valorização de 5% estipulada para este ano, afirmaram dealers.

 

No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,198 yuans, ante 6,3364 yuans na sexta-feira. A moeda foi negociada entre 6,3160 yuans - o valor mais baixo desde as reformas cambiais da China em 2005 - e 6,3331 yuans. O PBOC fixou a taxa de paridade dólar-yuan em 6,3167 yuans, ante 6,3209 yuans na sexta-feira.

A alta na condução do banco para o yuan, apesar de o dólar ter observado pequena mudança no exterior, alimentou a especulação de que Pequim possa desejar que a moeda chinesa se fortaleça para o nível psicológico de 6,300 yuans por dólar até o fim do ano.

Traders também afirmaram que este semana pode ser uma ótima oportunidade para permitir uma valorização do yuan, visto que a negociação está relativamente tranquila em razão do fechamento de muitos mercados para a temporada de feriados. AS informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.