Feepik
Feepik
Conteúdo Patrocinado

123 Importados investe na qualidade de atendimento ao cliente

Importadora busca oferecer produtos de marcas renomadas a preços acessíveis

123 Importados, Informe Publicitário
Conteúdo de responsabilidade do anunciante

16 de abril de 2020 | 14h34

A história da 123 Importados começa muito antes de sua fundação, quando os seus sócios se uniram para colocar em prática dois objetivos paralelos: realizar o sonho pessoal de abrir um negócio próprio e, ao mesmo tempo, permitir que muitas pessoas pudessem ter o que desejassem a um preço acessível, que coubesse no orçamento e não prejudicasse a já apertada situação financeira da maior parte do povo brasileiro.

Seus criadores, no entanto, sabiam que não seria um desafio fácil. Sabiam também que, por terem trajetórias e anseios parecidos com os de seus clientes, não se curvariam diante das dificuldades.

E elas se mostraram maior do que encomenda. Para além do desafio de manter um negócio em funcionamento em meio a cenário econômico tão nebuloso, a empresa se deparou com situações que jamais cogitou encontrar.

O ataque em massa dos concorrentes, com o aval de supostos detentores da opinião pública, foi o golpe mais duro sofrido na curta mas já intensa história da 123 Importados.

Sem qualquer preocupação em ouvir as explicações da empresa para problemas pontuais e com irresponsável uso de especulações, matérias "jornalísticas" transformaram a eficácia da 123 numa "ameaça" ao mercado - como pode cobrarem preços tão mais baratos?, era a pergunta que faziam.

Se estivessem de fato em busca de respostas, receberiam dos próprios sócios a explicação: a venda de produtos como, por exemplo, os televisores da marca Sony com 50% de desconto fazem parte da estratégia de marketing da empresa, que compra somente produtos novos e de revendedores homologados. Os preços acessíveis, como deveriam saber os que alimentam suspeitas, é uma prática comum dentro de empresas que visam fortalecer seu nome num mercado de forte concorrência.

Os senhores da discórdia, que refutam o princípio da livre concorrência, também esquecem de regras básicas de atacado e varejo. Ao comprar produtos em alto volume, a empresa consegue descontos atraentes e os repassa aos seus consumidores.

O fato de a 123 oferecer somente a opção de compra em boletos bancários para os clientes segue dentro da estratégia inicial da marca: por se tratar de uma empresa com pouco tempo de existência, a opção pelo boleto deve-se ao fato de as taxas serem bem menores em comparação às oferecidas pelas operadoras de cartões de crédito – meio que ainda no mês de abril também já estará disponível como opção de pagamento.

O mesmo vale para o prazo maior para a entrega do produto: a empresa negocia a compra sempre em grande quantidade com os seus distribuidores, que realizam a entrega diretamente ao consumidor. Isso exige tempo hábil maior, que gira em torno de 30 a 45 dias úteis.  

Sobre as reclamações articuladas em massa, a empresa reafirma o seu compromisso com prazos estipulados e com o retorno imediato a queixas que se mostrem pertinentes dos seus clientes. 

Em suma, a 123 Importados reitera que seu objetivo maior nunca foi "segregar" consumidores como querem fazer crer os seus detratores.

Sobre possíveis erros cometidos até aqui, a empresa mais uma vez garante que o tempo irá se encarregar de provar as mentiras hoje atribuídas à marca. A 123, no entanto, tem agido imediatamente para melhorar sua relação com os seus clientes, como a ampliação do serviço de atendimento ao consumidor, agora com 120 operadores. 

A 123 Importados, como muitas outras empresas do país, é um trem que realiza reparos e ajustes em pleno movimento. E é exatamente isso que seguirá fazendo todos os dias para melhorar a relação com quem embarca em sua jornada.

A empresa agradece a cada um dos que já nos deram um voto de confiança e convida a todos a conhecer a nossa empresa de verdade. Enquanto os concorrentes tratarem a 123 Importados como inimigos, a empresa não irá parar de trabalhar um minuto sequer para melhorar a relação com os seus clientes de ontem, de hoje e de sempre.

Tudo o que sabemos sobre:
comércio eletrônicoimportação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.