Abates de frangos e suínos têm alta significativa em 2007--IBGE

A produção anual de frangos, suínos ebovinos registrou aumento no volume acumulado durante o ano de2007, informou nesta quinta-feira o Instituto Brasileiro deGeografia e Estatística (IBGE) em um relatório trimestral. O abate de frangos avançou para 4,4 bilhões de unidades noano passado, volume 10,9 por cento superior ao total acumuladoaté o final de 2006, segundo o IBGE. De acordo com o relatório, o crescimento no abate defrangos "deveu-se em parte à queda do abate em 2006 causadapela divulgação de focos de gripe aviária" em paísesimportadores, onde houve redução do consumo. Em relação aos suínos, o número de animais abatidostotalizou 26,8 milhões, quantidade 6,5 por cento maior do que aregistrada em 2006. Os bovinos tiveram a menor taxa anual de crescimento deabate --0,6 por cento ante 2006--, acumulando 30,5 milhões deunidades. Na comparação entre o quarto trimestre de 2007 e o mesmoperíodo do ano anterior, houve redução de 7,5 por cento naquantidade de animais abatidos. Segundo o IBGE, durante operíodo, todas as categorias de bovinos tiveram redução noabate, exceto bois e vitelos. "Estes dados confirmam a tendência de redução docrescimento do abate de matrizes observada a partir de 2004",indicou o relatório. "O elevado crescimento do abate de vacas de 2002 a 2004reduziu a capacidade de reposição do rebanho, o que podeexplicar a situação atual de preços elevados e reduzida ofertade bezerros." (Por Gustavo Nicoletta; edição de Roberto Samora)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.