Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Ação do Pão de Açúcar despenca 4% após Casino acionar Justiça

Grupo varejista francês Casino informou ter entrado com pedido de arbitragem internacional contra a família Diniz, com quem divide o controle da maior varejista do País 

Reuters,

31 de maio de 2011 | 11h39

As ações do Grupo Pão de Açúcar caem mais de 4% nesta terça-feira, 31, após o grupo varejista francês Casino informar ter entrado com pedido de arbitragem internacional contra a família Diniz, com quem divide o controle da maior varejista do Brasil.

O Casino alertou Abilio Diniz, presidente do conselho de administração do Grupo Pão de Açúcar, quanto a uma possível negociação de fusão com o rival Carrefour às escondidas, afirmando que uma abordagem do tipo desrespeitaria o acordo existente entre ambos.

Procurado pela Reuters, o Pão de Açúcar afirmou "desconhecer o pedido de arbitragem internacional" enquanto empresa, mas não forneceu detalhes sobre o posicionamento da família Diniz.

Abilio Diniz teria iniciado as negociações após temer que Wal-Mart e a chilena Cencosud estivessem interessadas em adquirir os ativos brasileiros do Carrefour, segundo uma fonte disse à Reuters.

O Casino, que afirmou à Reuters na última semana não ter concedido aprovação para que a família Diniz iniciasse as conversas com o rival francês, quer que Diniz cumpra o acordo de acionistas que possui.

"O Casino arquivou em 30 de maio um pedido de arbitragem junto à Câmara Internacional de Comércio (ICC) contra o grupo de Diniz", afirmou a companhia francesa em comunicado.

O Casino exige que a família Diniz "cumpra e desempenhe suas obrigações previstas no acordo de acionistas de 27 de novembro de 2006, relacionado à holding criada por ambos, a Wilkes".

Diniz e Casino criaram em 2005 uma holding chamada Wilkes, por meio da qual controlam seus interesses no Pão de Açúcar. A Wilkes detém cerca de 66% do poder de voto no Grupo Pão de Açúcar, além de poder eleger membros da diretoria e definir estratégias de forma unânime.

Às 15h41, as ações do Pão de Açúcar caíam 4,36%, cotadas a R$ 63,22, enquanto o Ibovespa subia 0,14%.

(Por Vivian Pereira; reportagem adicional de Dominique Vidalon em Paris)

(Texto atualizado às 15h41)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.