Ricardo Moraes/ Reuters
Ricardo Moraes/ Reuters

Acidente em mina da Vale no Canadá deixa 39 funcionários presos no subsolo; todos passam bem

Empresa afirma que operação de resgate já começou e que nenhum funcionário se feriu; incidente correu no domingo, após um problema no sistema de transporte utilizado pelos funcionários da mina

Luísa Laval e Wagner Gomes, O Estado de S.Paulo

27 de setembro de 2021 | 19h06
Atualizado 28 de setembro de 2021 | 00h41

Um acidente em uma mina da Vale no Canadá deixou 39 funcionários da mineradora presos no subsolo. De acordo com a Vale, o acidente ocorreu no domingo, 26, na mina de Totten, localizada na cidade de Sudbury, ao norte de Toronto. A empresa afirmou que os trabalhos de resgate já começaram e que todos passam bem.

"Todos estão seguros, com acesso a água, alimentos e remédios. Os empregados sairão por meio de um sistema de escada de saída secundária com o apoio da equipe de resgate da empresa", diz a companhia em nota. 

Uma porta-voz da empresa disse ao jornal Toronto Star que os funcionários estão em diferentes refúgios da mina localizados entre 900 e 1.200 metros de profundidade. A empresa também disse que espera resgatar todos nesta noite. Segundo o jornal, o sindicato que representa parte dos trabalhadores presos na mina disse estar otimista sobre o resgate em segurança dos funcionários. Um dos representantes do sindicato afirmou que os trabalhadores estão se comunicando com familiares e com as equipes que fazem o resgate. 

Segundo a Vale, o incidente ocorreu na tarde de domingo, quando o meio de transporte para transferência dos empregados saiu do eixo, após um incidente no poço. De acordo com a mineradora, os empregados estavam no subsolo no momento e imediatamente foram para os postos de refúgio como parte dos procedimentos normais.

"Na tarde de domingo, na mina de Totten, uma pá escavadeira que estava sendo transportada no acesso à mina subterrânea se desprendeu, bloqueando o shaft (aberturas para a passagem de tubulações) e, com isso, indisponibilizando o meio de transporte dos empregados", aponta a companhia.

A empresa diz manter frequente comunicação com eles desde o ocorrido, e que não há relato de ferimentos, além de terem acesso a água e comida.

"A equipe de resgate alcançou os mineradores e iniciou a movimentação via acesso de escadas secundário. Resgatar os empregados de forma segura e rápida é nossa prioridade número um", afirma a Vale.

Nos primeiros seis meses de 2021, a mina de Totten produziu 3,6 mil toneladas de níquel. A produção na mina está temporariamente suspensa e a companhia diz avaliar as medidas necessárias para a retomada da produção. A mina foi aberta em 2014 na região e hoje emprega 200 funcionários. 

O primeiro-ministro da província de Ontário, Doug Ford, disse que seus pensamentos estão com os 39 funcionários soterrados, enquanto as equipes "trabalham para colocá-los acima do solo com segurança". "Nós entendemos que esse resgate irá levar algum tempo e estamos aliviados em saber que os mineiros estão sem ferimentos", disse no Twitter.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.