Acionistas da United Airlines e Continental aprovam fusão

Nova companhia será a maior aérea do mundo e será conhecida como United Airlines

Reuters,

17 de setembro de 2010 | 12h52

Os acionistas da UAL Corp, controladora da United Airlines, e da Continental Airlines, ambas dos Estados Unidos, aprovaram nesta sexta-feira a proposta de fusão das empresas, formando a maior companhia aérea do mundo.

A Continental informou em comunicado que mais de 98% dos votos de acionistas em assembleia extraordinária em Houston foram favoráveis à união, enquanto os investidores da UAL aprovaram o negócio durante reunião no subúrbio de Chicago.

A nova companhia aérea será conhecida como United Airlines e terá sede em Chicago, com o presidente-executivo da Continental Jeff Smisek no comando do grupo.

O presidente-executivo da UAL, Glenn Tilton, será o chairman da companhia aérea.

O negócio recebeu aval de reguladores antitruste dos EUA em agosto e da Comissão Europeia em julho. A expectativa é que a transação seja concluída até 1º de outubro. (Kyle Peterson e Deepa Seetharaman)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.