Ações da Anheuser sobem em retorno à Bolsa de Nova York

As ações da Anheuser-Busch InBev voltaram a ser negociadas na bolsa de Nova York nesta quarta-feira, 10 meses após a compra da cervejaria norte-americana pela belga InBev, que passou o registro da empresa para a bolsa de Bruxelas.

MARTINNE GELLER E NICOLE MAESTRI, REUTERS

16 de setembro de 2009 | 15h17

Os ADRs da maior cervejaria do mundo, que também controla a brasileira AmBev, são negociadas na bolsa de Nova York sob o antigo símbolo da Anheuser-Busch, "BUD", uma referência à sua mais famosa marca de cerveja, a Budweiser.

"Esse símbolo BUD é o mesmo, mas agora representa uma empresa maior, mais forte, mais diversificada, mais global, com marcas que lideram nos principais mercados ao redor do mundo", disse o presidente-executivo da Anheuser-Busch InBev, Carlos Brito, à Reuters em entrevista.

As ações da empresa operavam em alta de 1,51 por cento às 14h48 (horário de Brasília), cotadas a 46,95 dólares na bolsa de Nova York.

A Anheuser-Busch InBev foi formada no final do ano passado, quando a InBev, fabricante belga das cervejas Stella Artois e Beck's, comprou a norte-americana Anheuser-Busch por 52 bilhões de dólares.

Desde então, a empresa anunciou planos para abrir um escritório em Nova York, e passou a informar seu balanço trimestral em dólares, embora Brito afirme que não há planos para transferir a sede da companhia da Bélgica para os Estados Unidos.

A InBev se endividou em 45 bilhões de dólares para financiar a fusão, concluída em novembro, e estabeleceu uma meta para se desfazer de 7 bilhões de dólares em ativos para ajudar a pagar a dívida.

Brito afirmou que continua comprometido com essa meta de 7 bilhões de dólares, mas que não tem pressa para cumprir o objetivo, dado a atual situação financeira do grupo.

"Estamos numa situação muito melhor em termos de liquidez e de...geração de caixa, e por isso, não temos pressa nem estamos sob pressão", disse.

Cada ADR representa uma ação ordinária da Anheuser-Busch InBev, que continuará sendo negociada também na bolsa de Bruxelas sob o símbolo de "ABI".

As ações da Anheuser-Busch InBev negociadas na Europa mais que triplicaram de valor desde novembro, para acima dos 31 euros.

Tudo o que sabemos sobre:
ALIMENTOSANHEUSERINBEVNY*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.