Ações da Kraft desabam após rejeição de oferta pela Cadbury

As ações da Kraft Foods recuavam mais de 5 por cento nesta terça-feira, um dia depois que a gigante norte-americana do setor alimentício revelou oferta de 16,7 bilhões de dólares pela aquisição da Cadbury. A oferta acabou sendo rejeitada pela companhia britânica.

REUTERS

08 de setembro de 2009 | 14h22

Ações de outras empresas de alimentos, que segundo analistas podem participar de uma onda de consolidação, subiam. Campbell Soup, General Mills e HJ Heinz avançavam entre 3 e 4 por cento.

Mas alguns analistas também sugeriram que a Cadbury oferece uma oportunidade única para a Kraft expandir seus negócios com chocolates e entrar no grande mercado da Índia, fatores que não são encontrados em outras possíveis operações.

A Cadbury, conhecida por suas barras de chocolate, rejeitou a oferta em dinheiro e ações da Kraft, que informou que pretende seguir tentando fechar um negócio com a empresa e uma proposta maior pode ser apresentada.

A presidente-executiva da Kraft, Irene Rosenfeld, afirmou a analistas nesta terça-feira que a empresa tem sido e "continuará disciplinada" na tentativa de comprar a Cadbury.

As ações da Kraft eram uma das poucas a operar em terreno negativo nesta terça-feira. Os papéis da Cadbury, enquanto isso, exibiam valorização de 0,4 por cento.

Já as ações da Hershey operavam em alta de 1,5 por cento. A norte-americana é considerada como potencial interessada na Cadbury se a oferta da Kraft não der frutos.

(Por Martinne Geller)

Tudo o que sabemos sobre:
ALIMENTOSKRAFTCADBURY*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.