Ações da TAM caem quase 10% após suspensão de fusão; LAN cai 2,77%

Quedas ocorrem após tribunal de defesa da concorrência chileno decidir investigar a fusão das empresas

Economia & Negócios, com Reuters,

31 de janeiro de 2011 | 11h14

As ações da maior companhia aérea do Chile, LAN, caíam 4% na abertura dos negócios desta segunda-feira, 31, na bolsa de Santiago. No fechamento, os papéis da áerea reduziram as perdas, para 2,77%. Já as ações ON da TAM encerraram o pregão com queda de 9,98%, cotadas a R$ 36,00. As quedas ocorreram depois que um tribunal de defesa da concorrência do Chile decidiu investigar a fusão da empresa com a brasileira TAM.

Consumidores do Chile pediram para o tribunal de defesa da concorrência do país para investigar se o acordo de fusão está dentro da legislação local. Isso significa que a união das empresas não pode avançar antes que o tribunal dê aprovação.

(Por Redação Santiago)

(Texto atualizado às 19h19)

Tudo o que sabemos sobre:
TAMLANfusãoChileações

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.