Ações do Twitter estreiam na Nyse valendo US$ 45,10

As ações do Twitter começaram a ser negociadas nesta quinta-feira, 7, na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE) cerca de uma hora e vinte minutos após a abertura do pregão, por causa do disputado leilão para estabelecer a cotação inicial. Os papéis começaram os negócios cotados em US$ 45,10, bem acima do preço de venda na abertura de capital, a US$ 26. No início da tarde, as ações subiram 80,77% e passaram a ser negociadas a US$ 47.

ALTAMIRO SILVA JÚNIOR, CORRESPONDENTE, Agencia Estado

07 de novembro de 2013 | 14h45

Em Wall Street, no prédio sede da NYSE, uma enorme bandeira azul, com o pássaro símbolo do Twitter foi colocada na fachada do edifício. A empresa, com sede em São Francisco, na Califórnia, chegou à bolsa valendo US$ 14,4 bilhões, mas logo após o começo das negociações já era avaliada em cerca de US$ 30 bilhões. A oferta de ações movimentou US$ 1,8 bilhão.

Os fundadores do microblog foram ao pregão da NYSE para tocar o sino de abertura, que também contou com o ator Patrick Stewart. Em uma entrevista ao canal de televisão CNBC hoje pela manhã, o presidente executivo (CEO), Dick Costolo, disse que viu "entusiasmo" das pessoas durante as apresentações que a empresa fez aos investidores para vender as ações.

Ele também declarou que não mudaria nada até o momento na forma como o IPO foi feito. Cotolo deve embolsar cerca de US$ 200 milhões com a venda das ações. O IPO foi liderado pelo Goldman Sachs, Morgan Stanley e JPMorgan. Perto de 80% dos papéis foram vendidos para investidores institucionais e o restante para o varejo.

Tudo o que sabemos sobre:
TwitterNyse

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.