Roosevelt Cassio|Reuters
Roosevelt Cassio|Reuters

Acordo entre Embraer e Boeing deve ser fechado ainda este ano, diz ministro da Defesa

Segundo o general Joaquim Silva e Luna, não houve recuo nas tratativas que começaram no ano passado

Reuters

08 Maio 2018 | 14h16

RIO - O Ministro da Defesa, general Joaquim Silva e Luna, disse que está otimista com o andamento das negociações para uma associação entre a Embraer e Boeing e que espera que as empresas fechem um acordo ainda esse ano.

+ Embraer assina contrato de US$ 705 mi com a American Airlines para venda de 15 jatos

Ele disse que não houve nenhum recuo nas tratativas que começaram no ano passado, mas as negociações são complexas dada a exigência do Brasil de preservar o braço estratégico da fabricante nacional.

“As empresas buscam um caminho de ganha ganha entre elas. Esse caminho está sendo encontrado”, disse ele a jornalistas. “O que se busca é preservar o lado de Defesa da Embraer”, adicionou.

+ Boeing e Embraer estão próximas de acordo

Silva e Luna frisou que as reuniões de trabalho do grupo montado dentro do governo para cuidar da parceria entre as duas fabricantes de aeronaves estão andando e não houve nenhum recuo.

“Está em fase avançada e é coisa para esse ano”, destacou. “Estou otimista demais.”

Mais conteúdo sobre:
Embraer Joaquim Silva e Luna Boeing

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.