Açúcar Guarani compra Usina Mandú por R$ 345 milhões

A Açúcar Guarani adquiriu a totalidade da Usina Mandú por R$ 345 milhões, por meio de sua controlada Cruz Alta Participações, da qual possui 51% das ações. Em fato relevante divulgado hoje, a Guarani explica que, com a aquisição da usina, cuja capacidade de moagem anual é de 3,5 milhões de toneladas, eleva a estimativa de processamento para 20,6 milhões de toneladas de cana-de-açúcar para a safra 2010/2011.

AE, Agencia Estado

31 de maio de 2010 | 14h26

O perfil de produção da Mandú é de 60% etanol e 40% açúcar. Nesta safra, a usina estima produzir aproximadamente 200 mil toneladas de açúcar, 175 mil m³ de etanol e cogerar 12 megawatts (MW) de eletricidade.

A Guarani ressalta ainda a localização da Mandú, "na mesma região que as outras seis unidades industriais da Guarani no Brasil, em uma das mais favoráveis regiões para o plantio e cultivo de cana-de-açúcar". De acordo com a empresa, a proximidade da Mandú com as unidades de São José, Severínia e Vertente "está em linha com a estratégia da Guarani e deverá gerar significativos ganhos em sinergias".

Tudo o que sabemos sobre:
açúcaretanolusinaMandúGuarani

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.