AES Eletropaulo investe R$ 37 mi em rede subterrânea

A AES Eletropaulo anunciou na quinta-feira investimentos de R$ 37 milhões em automação da rede subterrânea até o final de 2013. Um sistema será instalado em 1.274 câmaras transformadoras para que a central de operações da companhia supervisione e controle os equipamentos via sinal de rádio. A concessionária possui mais de 300 sistemas em câmaras subterrâneas no entorno da Avenida Paulista e outros pontos na região central da capital.

EQUIPE AE, Agencia Estado

16 de agosto de 2012 | 17h45

Segundo a AES Eletropaulo, a tecnologia contribui para a eficiência do sistema elétrico, permitindo o gerenciamento da rede subterrânea com a localização de possíveis falhas, antes mesmo da interrupção de energia. Além disso, permite a supervisão de abertura das tampas, o que pode evitar roubo de cabos, através de sensores que acusam a violação do espaço e enviam um aviso automático à distribuidora.

"Essa nova tecnologia possibilitará à AES Eletropaulo ter um controle do sistema subterrâneo que, aliada à automação do sistema de distribuição aéreo, permitirá o controle total de toda a rede de distribuição. Os consumidores serão beneficiados com rede mais moderna e cada vez menos suscetível às interrupções transitórias", disse o diretor de Planejamento e Engenharia da companhia, Anderson de Oliveira, por meio de nota.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.