Aftosa: Rodrigues lança projeto piloto em Santarém

Santarém (PA), 26 - O ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues lança hoje em Santarém o projeto piloto de educação sanitária "Brasil Livre de Aftosa". O projeto prevê ações de mobilização social para conscientizar pecuaristas, lideranças comunitárias, autoridades municipais e a sociedade em geral sobre a importância da sanidade animal para o desenvolvimento regional. Na manhã de hoje, dando início ao lançamento do projeto, a veterinária Rosa Antunes, da Secretaria de Agricultura do Estado do Rio de Janeiro, apresentou a um grupo de 100 pessoas, entre soldados, recrutas e representantes da sociedade civil, informações sobre a questão sanitária do País. A palestra foi realizada no 8º Batalhão de Engenharia de Construção do Exército, sediado em Santarém. De acordo com o cabo Fernando Mansur, é importante a difusão de informações para que seja detectada de forma rápida um foco de aftosa num rebanho de determinada localidade. Recentemente, foi detectado um foco de febre aftosa em propriedade localizada no município de Monte Alegre, no Pará. De acordo com o cabo, é função do Exército ajudar a organizar barreiras sanitárias na rodovias e nos rios para evitar a disseminação da doença. Cerca de 300 homens do batalhão devem receber noções de defesa sanitária e repassar seus conhecimentos quando estiverem de volta às suas bases, em Santarém e em treze municípios da região. O Pará foi escolhido pelo governo sediar o lançamento do programa porque o Estado tem o maior rebanho da região, com cerca de 15 milhões de cabeças de bovinos e bubalinos. A região, é considerada pelo governo como de risco sanitário desconhecido para a aftosa. Os estados do Pará, Acre , Amapá, Amazonas, Roraima, Rondônia e Tocantins integram o Circuito Pecuário Norte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.