AGC obtém empréstimo de R$ 322,2 milhões do BNDES

A AGC Vidros do Brasil contratou nesta terça-feira empréstimo de R$ 322,2 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), anunciou a instituição financeira de fomento. O financiamento será usado na construção da primeira fábrica de vidros planos do grupo japonês no País, em Guaratinguetá (SP).

VINICIUS NEDER, Agencia Estado

16 de julho de 2013 | 18h25

De acordo com o BNDES, o financiamento corresponde a, aproximadamente, 35% do valor total a ser investido no projeto, que ocupará um terreno de 746 mil metros quadrados próximo à Rodovia Dutra. A unidade industrial terá 137 mil metros quadrados de área construída e capacidade para produzir 600 toneladas por dia de vidros planos, com quatro linhas de produção: vidro float (o material na forma básica), temperados e laminados para automóveis, espelhos e coater (revestimento de vidro). O contrato foi assinado pelo vice-presidente do BNDES, Wagner Bittencourt, e pelo presidente da empresa, Davide Cappellino.

Tudo o que sabemos sobre:
BNDESAGC Vidros do Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.