Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Agência Moody's rebaixa nota de oito bancos da Grécia

A agência de classificação de risco Moody''s rebaixou hoje o rating (nota) de oito bancos gregos, sob a justificativa de que espera perdas em suas carteiras de ativos com os bônus do governo da Grécia. "O governo enfrenta desafios de solvência significante e a experiência histórica mostra que pequenas reestruturações da dívida soberana têm sido com frequência seguidas por defaults (calotes) soberanos maiores", alertou a Moody''s.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

23 de setembro de 2011 | 07h48

A iniciativa da agência eleva as preocupações sobre o impacto de uma recessão bem como sobre as frágeis posições de financiamento e de liquidez do setor bancário europeu.

Os ratings do National Bank of Greece, EFG Eurobank Ergasias, Alpha Bank, Piraeus Bank, Agricultural Bank of Greece e Attica Bank foram rebaixados de B3 para Caa2. Já o Emporiki Bank of Greece e o General Bank of Greece tiveram suas notas reduzidas de B1 para B3. Os ratings de todos os bancos possuem perspectiva negativa.

A Moody''s, acrescentou que os credores privados podem registrar perdas econômicas substanciais nos bônus do governo grego que possuem, além dos termos da atual troca de dívida proposta, especificamente se houver "qualquer possível desdobramento desfavorável relacionado à implementação do segundo pacote de socorro de 109 bilhões de euros" da Comissão Europeia, Banco Central Europeu (BCE) e Fundo Monetário Internacional (FMI).

Todos os principais bancos gregos anunciaram que participarão no programa de swap (troca) de bônus do governo, que implicará em perdas acentuadas dos bônus soberanos que possuem.

Ao anunciarem seus resultados no mês passado, os bancos, conduzidos pelo líder do mercado National Bank of Greece, registraram uma perda combinada de aproximadamente 5 bilhões de euros sobre os bônus governamentais que detinham, registrando um prejuízo enorme no segundo trimestre. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.