Agentes lançam plataforma para negociar energia no mercado livre

As comercializadoras da energia elétrica Comerc Energia, Ecom Energia, Grupo Delta Energia, CMU Energia, SOLenergias e Capitale Energia anunciaram o lançamento de uma nova plataforma de negociação de energia no mercado livre nesta terça-feira.

REUTERS

25 de outubro de 2011 | 12h49

O projeto está aberto à participação de outros interessados e novos agentes devem aderir formalmente à plataforma, conforme nota divulgada pelo grupo das comercializadoras.

Com estreia das negociações prevista para janeiro de 2012 e investimento inicial de 12 milhões de reais, o projeto foi apresentado na Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (Abraceel), conforme adiantou a Reuters.

No início de outubro, fontes afirmaram à Reuters que comercializadoras de energia no mercado livre estavam preparando o lançamento de uma nova plataforma de negociação que rivalizaria com a Brix, bolsa de energia lançada em julho e que tem entre os sócios o empresário Eike Batista e a IntercontinentalExchange (ICE).

A nova plataforma de negociação de energia estima ter faturamento anual acima do valor investido a partir de seu terceiro ano de operação.

A meta é operar em torno de 2 mil megawatts-médios ao mês no primeiro semestre de operação, considerando apenas os sócios fundadores atuais.

(Reportagem de Anna Flávia Rochas)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIAPLATAFORMA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.