Agrenco prevê reativar fábrica em Alto Araguaia em 27/6

A Agrenco Limited, empresa em recuperação judicial, anunciou que pretende reativar as operações da fábrica do Alto Araguaia (MT) em 27 de junho. A empresa prevê contratar pessoal, em torno de 30 funcionários, nos próximos dias.

AE, Agencia Estado

25 de maio de 2011 | 19h35

Hoje, a companhia apresentou à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) os nomes dos cinco executivos que deverão compor o conselho de administração da empresa: Francisco Mesquita, Rubens Barhum, Nils Bjellum, Hendrik Laverge e Roberto Faldini. O CEO interino é Luis de Lucio, sócio-diretor da Alvarez & Marsal.

A Agrenco Limited, sediada em Bermudas, entrou em recuperação judicial em setembro de 2008 e teve suas ações suspensas do mercado em fevereiro de 2010. A empresa recebeu aporte de recursos de até R$ 130 milhões do fundo britânico GEM (Global Yield Fund Limited), em janeiro passado, mesmo mês em que voltou a negociar seus papéis (BDR) na Bovespa. Em maio, foi aprovado o plano de recuperação por seus credores.

A companhia informa ainda que "as atividades para finalização do complexo industrial de Caarapó estão prosseguindo", mas avisa que a data de início "será comunicada em breve".

Tudo o que sabemos sobre:
AgrencorecuperaçãoAlto Araguaia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.