Agronegócio: Brasil e China finalizam acordo p/ facilitar comércio

Brasília, 10 - Técnicos do Ministério da Agricultura do Brasil e do Ministério da Administração Geral da Supervisão da Qualidade, Inspeção e Quarentena da China estão reunidos, desde às 9h de hoje, na Secretaria de Defesa Agropecuária do ministério. Na reunião, devem ser finalizados os protocolos sanitários e fitossanitários que visam facilitar o comércio agrícola entre os dois países. Ontem, após reunião com o ministro chinês Li Chiangjiang, o ministro Roberto Rodrigues, disse que estavam "praticamente fechados" os protocolos que permitirão a venda de carne bovina, suína, frango e suco de laranja do Brasil para a China. Na contrapartida, o Brasil deve autorizar a compra de envoltórios naturais (tripas) da China. Os protocolos devem ser assinados pelos presidentes do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, e da China, Hu Jintao, durante visita oficial da missão chinesa ao Brasil. A visita começa amanhã. Na entrevista de ontem, Rodrigues disse que uma vez assinados, o comércio pode começar em até 60 dias. Hoje, às 14h, os chineses concederão entrevista coletiva para esclarecer os pontos do acordo. A entrevista ocorrerá na sala de reuniões do Conselho Nacional de Política Agrícola (CNPA), no ministério.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.