Ainda faltam R$ 15,3 bi para governo cumprir meta fiscal do 2º quadrimestre

Meta de superávit primário de janeiro a agosto é de R$ 40 bilhões

Fabio Graner e Adriana Fernandes, da Agência Estado,

28 de julho de 2010 | 15h59

Considerando os dados divulgados hoje pelo Tesouro Nacional, para que o Governo Central cumpra a meta fiscal do segundo quadrimestre faltam ainda R$ 15,3 bilhões. A meta de superávit primário de janeiro a agosto é de R$ 40 bilhões.

Até junho, o esforço do Governo Central (composto de Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) é de R$ 24,7 bilhões (considerando os dados fiscais pela metodologia do Banco Central até maio, o chamado abaixo da linha, e divulgado há pouco pelo Tesouro relativo a junho, o chamado acima da linha). A meta é definida conforme a metodologia do Banco Central.

O secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, reiterou há pouco que o governo trabalha para cumprir a meta de superávit primário do ano, sem utilizar as possibilidades de abatimento dos investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A meta do superávit primário do setor público para 2010 é de 3,3% do Produto Interno Bruto (PIB) e pode ser deduzido 0,9% do PIB pelos investimentos do PAC.

Tudo o que sabemos sobre:
metasuperávitTesouro Nacional

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.