Air France planeja cortar 5 mil empregos até fim de 2013

A Air France disse que precisa cortar 5 mil empregos, ou cerca de 10% de sua força de trabalho, até o fim de 2013 para votar a registrar lucro. A unidade francesa de Air France-KLM informou que demissões forçadas são inevitáveis, a menos que os sindicatos concordem com revisões de contratos de trabalho, enquanto a companhia aérea se esforça para combater o elevado preço dos combustíveis e o crescimento lento em meio à crise financeira prolongada da Europa. Às 10h47 (horário de Brasília), as ações da empresa subiam 6,95% na Bolsa de Paris.

CLARISSA MANGUEIRA, Agencia Estado

21 de junho de 2012 | 11h01

A Air France afirmou que a demissão de funcionários não será suficiente para reduzir os custos, tendo em vista que a empresa tenta reduzir uma dívida líquida em 2 bilhões de euros (US$ 2,6 bilhões), para menos de 6,5 bilhões de euros. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Air Francedemissões

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.