Air India deve retomar voos do Boeing 787 no fim de maio

A Air India espera retomar os voos de passageiros de seus seis jatos Boeings 787 até o fim de maio, afirmou um executivo da companhia nesta segunda-feira, 29. A medida deverá ajudar a intensificar os esforços da companhia aérea para reverter as suas perdas.

Agencia Estado

29 de abril de 2013 | 11h49

"Uma equipe da Boeing viajará para a Índia (terça-feira) para recolocar o novo sistema de bateria", disse o executivo, que não quis ser identificado. "As duas primeiras aeronaves devem ter o novo sistema montado até 10 de maio."

O processo para retomar os voos envolverá também o treinamento de pilotos da Air India porque os jatos estão em solo desde meados de janeiro, disse um funcionário do Ministério de Aviação Civil, em um movimento que poderá prolongar o tempo necessário para a retomada das operações da aeronave na Índia.

O funcionário disse que os 787 deverão passar por voos testes antes de receberem certificação pelo órgão regulador de aviação civil da Índia para que retomem o serviço comercial.

A Air India está entre as oito empresas operadoras das aeronaves Dreamliner que interromperam os voos de um total de 50 aviões 787 após problemas com baterias em duas das aeronaves operadas pela All Nippon Airways e Japan Airlines Co., provocando preocupações de segurança.

A Administração Federal de Aviação dos EUA aprovou o novo design do sistema de baterias em 19 de abril, permitindo que as companhias começassem a modificar seus aviões. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Air IndiaBoeing 787

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.