Airbus considera construir novos modelos de helicópteros na França

A Airbus <AIR.PA> está seriamente considerando construir no futuro novos modelos de helicópteros na França, em vez de na Alemanha, devido a uma política restritiva de exportação da maior economia da Europa, disse o presidente-executivo do grupo à Reuters.

REUTERS

14 de outubro de 2014 | 17h27

A Airbus está atualmente considerando um modelo seguinte ao seu helicóptero Super Puma, que pode ser usado em missões militares assim como em operações civis, como o transporte de trabalhadores para plataformas de petróleo.

Tom Enders disse mais cedo em uma conferência em Berlim que a Alemanha estava bloqueando a entrega de helicópteros militares para o Uzbequistão porque as aeronaves, construídas principalmente na França, incluíam alguns componentes da Alemanha.

"Estamos pensando seriamente sobre isso", disse Enders à Reuters durante à conferência, quando questionado se a Airbus vai basear algum novo modelo de helicóptero na França e não na Alemanha.

"Com essas incertezas nas políticas de exportação, estamos ficando sem muita escolha."

O Uzbequistão tem sido criticado por seu histórico em direitos humanos, com a organização Human Rights Watch dizendo em relatório no mês passado que a tortura de presos políticos estava disseminada no país da Ásia Central.

"Não é apenas sobre o Uzbequistão", disse Enders.

Ele disse que o grupo estava preocupado que tais pequenos componentes pudessem levar a um bloqueio de exportações, descrevendo o bloqueio como uma "provocação".

(Por Victoria Bryan e Sabine Siebold)

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASAIRBUSGROUPFRANCAALEMANHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.