Airbus é atingida por novo atraso em entrega de superjumb A380

A fabricante de aviões Airbusanunciou outro atraso nas entregas do superjumbo A380 naterça-feira, ampliando preocupações sobre o maior projetoindustrial da Europa e arriscando-se a ter de pagar maispenalidades para companhias aéreas que encomendaram a aeronave. A Airbus informou que não é capaz de ampliar produção tãorápido quanto esperava. A divulgação acontece em um momento emque a empresa tenta se recuperar de dois anos de atrasos deprodução causados por problemas na instalação de fiação nomaior avião de passageiros do mundo. "Como resultado, a Airbus planeja agora 12 (em vez de 13)entregas em 2008 e 21 (em vez de 25) em 2009. Detalhes sobre onovo plano e entregas em 2010 e nos anos seguintes serãodiscutidos com clientes nas próximas semanas", informou acompanhia em comunicado. A Airbus não deu detalhes sobre o impacto financeiro dosúltimos atrasos. O anúncio fez as ações da controladora da Airbus, EADSrecuassem 0,4 por cento pela manhã. É a quarta vez que a Airbus anuncia atrasos as entregas doavião de dois andares e com capacidade para 525 assentos. Masos danos ao cronograma de produção não foram tão severos quantoalguns esperavam. "Não é uma grande surpresa. O impacto financeiro devetambém ser menor, mas isso realmente difícil estimar isso",disse Stefan Halter, analista do UniCredit. "Dado o número de aviões afetados --estamos falando deapenas cinco aviões-- o impacto deve ser menor." O diretor comercial da Airbus, John Leahy, informou que nãoespera que companhias aéreas cancelem encomendas como resultadodo último atraso, mas ele enfrenta rumores sobre possíveispagamentos de multas às linhas aéreas que encomendaram oaparelho. Multas anteriores pagas pela companhia fizeram a Airbuscair em prejuízo no ano passado. Tim Clark, o poderoso diretor da Emirates [EMAIR.UL] --delonge o maior cliente do A380 com 58 encomendas-- alertou que acompanhia aérea enfrenta "sérios problemas" com novos atrasos. Entre as companhias aéreas que devem receber o A380 em 2008e 2009 estão a Emirates, Singapore, Qantas, Air France eLufthansa .

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.