Airbus e Safran inauguram joint venture em lançadores espaciais

Airbus e Safran inauguram joint venture em lançadores espaciais

O anúncio veio depois de 20 nações europeias acordarem em negociações ministeriais em Luxemburgo o lançamento do foguete Ariane 6 em 2020

REUTERS

03 Dezembro 2014 | 07h12

Os grupos aeroespaciais Airbus e Safran inauguraram formalmente uma joint venture para reunir suas atividades de lançadores espaciais nesta quarta-feira, com o objetivo de garantir o futuro do foguete Ariane e cortar custos em face do lançamento do rival norte-americano SpaceX. 

O anúncio veio depois de 20 nações europeias acordarem em negociações ministeriais em Luxemburgo o lançamento do Ariane 6 em 2020.

A divulgação da parceria se segue à aprovação condicional para a planejada joint venture por parte de reguladores antitruste da União Europeia na semana passada.

A joint venture vai empregar 450 pessoas e será chamada Airbus Safran Launchers, disseram as companhias em um comunicado conjunto. O início oficial das operações será em 1o de janeiro.

(Por Tim Hepher)

Mais conteúdo sobre:
AEREASAIRBUSSAFRAN*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.