Airbus fará 'grande revisão' de suas entregas do modelo A380

A fabricante européia de aviões Airbusestá analisando uma grande revisão de sua meta de entregas parao superjumbo A380 e pode atingi-las, afirmou seu presidentenesta terça-feira, elevando a possibilidade de futuros atrasos. "Estou atualmente conduzindo uma revisão do plano decrescimento", apontou Tom Enders, presidente-executivo daempresa a repórteres nos Emirados Áraber Unidos. "Estamos conduzindo essa revisão agora mesmo, e podemosatingi-la", afirmou o executivo em resposta a uma questão sobrese a Airbus pode chegar à sua meta de entregas. A meta da companhia era de 13 entregas da maior aeronave depassageiros do mundo em 2008 e 25 em 2009."Este é um grandeaumento e é algo com o qual deve-se ficar preocupado", afirmou,chamando a questão de "assunto difícil". Um porta-voz da Airbus rapidamente abafou as especulaçõesde atrasos futuros de entrega, dizendo à Reuters após oscomentários de Enders: "Estamos confiantes de que ficaremosdentro da meta". Enders afirmou que a empresa possui capacidade limitadapara obter dinheiro cortando empregos porque ela precisa defuncionários para manter suas obrigações de entregas. A Airbusjá anunciou planos de cortar 10 mil empregos e vender unidadespara reforçar sua competitividade. O executivo informou ainda que está considerandoterceirizar "a maior parte do trabalho de fabricação bem comoáreas de engenharia porque o custo é um problema muito sériopara com dólar entre 1,50 e 1,60 euro". A Airbus incorre a maior parte de seus custos de produçãoem euros, mas vende suas aeronaves em dólar, o que a deixa comuma desvantagem contra sua rival Boeing .

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.