Airbus firma acordo de US$ 69 bi com empresa chinesa

O Airbus Group espera ampliar para 50% sua participação no mercado chinês após assinar um contrato de 50 bilhões de euros (US$ 69,13 bilhões) para a produção de helicópteros ao longo dos próximos 20 anos em parceria com uma das maiores fabricantes de avião do país.

Agencia Estado

26 de março de 2014 | 18h57

O acordo foi assinado nesta quarta-feira, 26, pela Airbus e a Avicopter, divisão de helicópteros da Aviation Industry Corporation of China. A previsão é de que sejam fabricadas mil unidades de um novo modelo de helicóptero nos próximos 20 anos nas fábricas de Marignane, no sul da França, e Harbin, na China.

A China tem uma grande necessidade de helicópteros nas próximas décadas para serviços de emergência, transporte de tripulação e missões de busca e salvamento. O acordo para a fabricação de um novo modelo de médio porte desenvolvido em conjunto pelas duas empresas vai atender essa demanda, afirmou o executivo chefe da Airbus Helicopters, Guillaume Faury.

Faury disse que há cerca de 350 helicópteros civis na China, um número muito baixo se comparado aos 10 mil da Europa e 12 mil dos EUA. No ano passado, somente 20 helicópteros foram entregues na China, mas a expectativa é de que o nível de entregas aumente rapidamente nos próximos anos e chegue até a 300 no fim da próxima década, o mesmo patamar dos EUA, disse ele.

"Isso é estrategicamente importante para nós. Esse acordo nos dá um importante acesso ao mercado chinês, que ainda tem muito a crescer", disse Faury. No ano passado, a Airbus teve 42% de participação no mercado da China. Grande parte do espaço aéreo do país permanece ainda fechado para operadores de helicópteros civis, porém isso está prestes a mudar, afirmou o executivo. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
AirbusChinahelicópteros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.