Airbus vai cortar ritmo de produção do A330 em 2015

Airbus vai cortar ritmo de produção do A330 em 2015

Um porta-voz disse que a redução na produção não acarretará cortes de empregos, pois o grupo também está acelerando a produção do jato A350

REUTERS

17 de outubro de 2014 | 08h51

A fabricante de aeronaves Airbus cortará o ritmo de produção de seu avião A330 para nove unidades por mês ante dez no quarto trimestre de 2015, conforme realiza uma mudança para uma versão renovada do jato, o A330neo.

A Airbus lançou o A330neo na feira britânica de aviação de Farnborough em julho, e o jato deve entrar em serviço no quarto trimestre de 2017.

Analistas esperavam um corte na produção do tradicional A330 para seis ou oito aviões por mês durante os próximos anos, embora a Airbus tenha dito que iria buscar manter os níveis de produção estáveis durante a transição para a nova versão.

Um porta-voz disse que a redução na produção não acarretará cortes de empregos, pois o grupo também está acelerando a produção do jato A350, que deve entrar em serviço neste ano com a cliente de lançamento Qatar Airways.

"Com o recente sucesso comercial que vimos após o lançamento do A330neo, além da variante de 242 toneladas e o A330 otimizado para rotas regionais, estamos confiantes que vamos sustentar uma produção firme rumo ao período de intensificação do A330neo", disse o vice-presidente executivo de programas da Airbus, Tom Williams, em comunicado nesta sexta-feira.

(Por Victoria Bryan)

Tudo o que sabemos sobre:
AEREASAIRBUSGROUPCORTEPRODUCAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.