Álcool: bancos assinam contratos e garantem liberação de R$ 500 mi

Brasília, 30 - Os bancos que vão oferecer aos usineiros financiamento para estocagem de álcool da safra 2004/05 assinaram, na semana passada, contratos com a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional, ligada ao Tesouro Nacional. Na prática, a assinatura garante a liberação dos R$ 500 milhões para o programa de estocagem de parte da safra. Cerca de 10 instituições financeiras vão disponibilizar os financiamentos. As liberações do Tesouro Nacional para os bancos serão feitas nos dias 5, 15 e 25 de cada mês. O empresário do setor sucroalcooleiro que tiver interesse no financiamento deve procurar os bancos que vão operar a linha e solicitar o empréstimo. Depois que a operação entre o tomador e a instituição estiver fechada, o banco encaminha ao Tesouro Nacional o pedido de liberação de recursos. Ou seja, só será liberado, nas datas específicas, dinheiro para as instituições que comprovarem que a demanda. Do total de R$ 500 milhões, R$ 450 milhões serão destinados à estocagem no Centro-Sul e R$ 50 milhões para o Norte e Nordeste, conforme voto de abril do Conselho Monetário Nacional (CMN). A taxa de juro do empréstimo é de 11,5% e o limite do financiamento equivalente a 30% da safra passada. O empréstimo deverá ser pago em quatro parcelas: janeiro, fevereiro, março e abril de 2005. (Fabíola Salvador)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.