Alemanha estima que desemprego caia para 3 milhões em outubro

Segundo ministra do Trabalho, deverá ser rompida a taxa de desemprego mais baixa em 20 anos

EFE,

23 de outubro de 2010 | 13h26

O número de desempregados na Alemanha terá queda em outubro, para menos de três milhões, segundo afirma a ministra do Trabalho alemã, Ursula von der Leyen, em entrevista que será publicada no domingo no diário Bild am Sonntag.

"Será rompida sensivelmente a barreira dos três milhões de desempregados, a taxa mais baixa em 20 anos", assegura Ursula. As declarações da ministra confirmam as previsões de vários economistas dos grandes bancos alemães, que estimam que o número fique em 2,93 milhões, o que representaria 100 mil menos que no mês de setembro e 300 mil menos que em outubro do ano passado.

Segundo dados oficiais, em setembro o número de desempregados foi de 3.031.000 pessoas, ou seja, 7,2%. "A recuperação alcança todos, incluindo os desempregados de mais de 50 anos, as mulheres e os alemães do oeste do país", assinala a ministra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.