Alemanha planeja adquirir até 12% da EADS, diz fonte

O governo da Alemanha planeja comprar da Daimler e de bancos privados uma parcela maior, de até 12 por cento, da EADS, afirmou uma fonte do governo nesta sexta-feira, sinalizando que o país quer defender interesses nacionais no grupo aéreo europeu.

REUTERS

23 de março de 2012 | 07h49

"O rascunho do orçamento suplementar prevê 1,6 bilhão de euros para este fim", disse a fonte.

A Alemanha já havia anunciado que compraria da Daimler uma fatia de 7,5 por cento da EADS, além de outros 4,5 por cento detidos pelo consórcio Dedalus, formado por bancos privados.

A operação será realizada por meio do banco estatal de desenvolvimento KfW.

A EADS é controlada atualmente por uma parceria entre a montadora alemã de veículos Daimler, a empresa francesa de mídia Lagardere e o governo da França.

Tudo o que sabemos sobre:
AEREASALEMANHAEADS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.