Alencar: 'N?o podemos brincar com o Or?amento'

O vice-presidente da Rep?blica, Jos? Alencar, se mostrou cauteloso ao comentar hoje a informa??o de que a possibilidade de redu??o de impostos est? entre as medidas que o governo poder? anunciar para combater no Pa?s os efeitos da crise financeira internacional. "Isso tem que ser examinado, levando-se em conta o fato de que n?o podemos brincar com o Or?amento e a quest?o fiscal", afirmou.Segundo ele, ? preciso haver equil?brio, para se manter a infla??o sob controle. "Se houver d?ficit fiscal, isso pode prejudicar a sustenta??o brasileira de combate ? infla??o. Precisamos cuidar do equil?brio or?ament?rio e, sempre que houver condi??o, reduzir a carga tribut?ria."A uma pergunta se o governo tem como adotar medidas para evitar desemprego no Pa?s, Alencar respondeu: "Tem: investimento. E, para que haja investimento, n?s estamos lutando h? mil anos para que os juros caiam."Um rep?rter lhe perguntou se as empresas de sua fam?lia (Coteminas) est?o enfrentando problemas por causa da crise financeira internacional, e o vice respondeu: "A gente exporta mais para os Estados Unidos, e l? caiu muito. Mas o mercado brasileiro tem crescido."Alencar disse que tem solicitado aos empres?rios do Pa?s que evitem demitir trabalhadores. "Tenho feito esse apelo. Quando ocorre retra??o de neg?cios tem de haver ajustes nas empresas, mas queremos solicitar que esses ajustes n?o comecem pela dispensa de um pai de fam?lia - ?s vezes, com certa idade - porque ele pode n?o ter nova chance. Ent?o, ? preciso que as empresas fa?am todo o poss?vel e, s? em ?ltimo extremo, dispensem pessoas."

LEONENCIO NOSSA,

10 de dezembro de 2008 | 18h09

Tudo o que sabemos sobre:
or?amentoAlencarcrise

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.