Luis Henrique Bisol
Luis Henrique Bisol

Aliansce e BRMalls devem conversar em janeiro para criar gigante de R$ 13 bi

O anúncio das conversas entre as duas empresas foi bem recebido pelos analistas e investidores; as ações das duas administradoras sobem na B3

Altamiro Silva Junior, O Estado de S.Paulo

29 de dezembro de 2021 | 12h49

As administradoras de shoppings Aliansce Sonae e BRMalls tiveram uma conversa preliminar sobre uma possível fusão e estão previstos novos encontros em janeiro, segundo fontes. A união das duas empresas criaria uma gigante de R$ 13 bilhões em valor de mercado e uma carteira de 69 shoppings centers no Brasil.

 A Aliansce confirmou hoje que iniciou conversas preliminares sobre uma potencial combinação de negócios com a BRMalls, mas ainda sem "acordo, oferta ou proposta". Já a BRMalls comunicou que não recebeu proposta. É justamente para tentar chegar a uma proposta que novas conversas devem acontecer no mês que vem, segundo uma fonte. A Aliansce contratou o BTG Pactual para assessorar a operação. Procurado, o banco não comenta.

 A própria Aliansce nasceu de uma fusão, com Sonae Sierra em 2019, e uma possível combinação de negócios com a BRMalls já foi sondada no passado. "A estratégia da companhia é seguir buscando oportunidades de crescimento, fortalecendo seu portfólio com ativos complementares, por meio de combinações de negócios e aquisições de shoppings líderes em suas regiões de atuação", ressalta a Aliansce nesta quarta-feira.

 Já a BRMalls tentou em outubro de 2020 uma fusão com a Ancar Ivanhoe, que administra 24 shoppings espalhados por sete Estados e no Distrito Federal, entre eles o Eldorado, em São Paulo. O negócio, porém, não avançou e as negociações foram encerradas um mês depois.

Nesta quarta-feira, 29, o anúncio das conversas entre as duas empresas foi bem recebido pelos analistas e investidores. As ações das duas administradoras sobem mais de 3% na B3. A Aliansce, que cuida de 27 shoppings próprios e mais 11 de terceiros, tem valor de mercado de R$ 5,8 bilhões. Já a BRMalls, que administra 31 centros de compras, vale R$ 7,2 bilhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.