ALL registra aumento de 13,3% do Ebitda do 1º trimestre

A América Latina Logística (ALL) divulgou nesta quarta-feira a prévia de seus resultados referentes ao primeiro trimestre de 2013. No período, o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado consolidado cresceu 13,3% nos primeiros três meses deste ano em relação ao mesmo período do ano passado, alcançando R$ 390,9 milhões. O aumento, segundo comunicado, foi impulsionado pelo crescimento de 13,1% do Ebitda ajustado das operações ferroviárias, pelo aumento de 18,5% no Ebitda ajustado da Brado Logística e incremento de 13,4% no Ebitda ajustado da Ritmo Logística.

MARCELLE GUTIERREZ, Agencia Estado

17 de abril de 2013 | 10h37

No que se refere às operações ferroviárias, a ALL justifica que "enfrentou um cenário muito mais positivo no primeiro trimestre de 2013 em relação ao mesmo período do ano anterior". Segundo a companhia, as exportações em janeiro e fevereiro foram impulsionadas pelo maior nível dos estoques de milho e açúcar no final de 2012, refletindo o crescimento de 87% na safrinha de milho e o atraso na colheita de cana-de-açúcar em 2012".

Na Brado Logística, os volumes cresceram 25,5%, de 12,1 mil contêineres no primeiro trimestre de 2012 para 15,1 mil contêineres em 2013. "O aumento do volume foi impulsionado pelos corredores da Bitola Larga, de Rio Grande e do Paraná, parcialmente compensado por uma redução no corredor do Mercosul", justificou a ALL, em prévia operacional.

Os volumes da Ritmo cresceram 2,5%, para 17,3 milhões de quilômetros rodados no primeiro trimestre de 2013. No mesmo período, os volumes intermodais aumentaram de 121,8%, para 4,5 milhões ou 26% do volume total transportado. "Esse crescimento se deve principalmente aos maiores volumes agrícolas e ao início do Projeto Eldorado." No projeto, a Ritmo é responsável pela conexão rodoviária entre a planta e o terminal ferroviário.

Tudo o que sabemos sobre:
ALLbalançoprévia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.