Brendan McDermid/Reuters
Brendan McDermid/Reuters

Amazon é investigada no Reino Unido por distorcer concorrência

De acordo com órgão regulador, varejista estaria praticando ações que favoreçam suas operações em relação a outros vendedores, o que é considerado ilegal

Sergio Caldas, O Estado de S.Paulo

07 de julho de 2022 | 12h35

O órgão regulador de concorrência do Reino Unido anunciou nesta quarta-feira, 6, que lançou uma investigação sobre a gigante do varejo online norte-americano Amazon.

Em comunicado, a CMA, como é conhecido o órgão britânico, disse que vai examinar se a Amazon tem uma posição dominante no Reino Unido e se está distorcendo a concorrência para favorecer suas próprias operações de varejo ou vendedores, em relação a vendedores de terceiros, no Amazon UK Marketplace.

A CMA acrescentou que sua iniciativa se segue a uma investigação da Comissão Europeia - braço executivo da União Europeia - por preocupações semelhantes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.