EFE/MICHAEL NELSON
EFE/MICHAEL NELSON

Amazon vai comprar rede de lojas Whole Foods por US$ 13,7 bilhões

Rede de lojas de produtos naturais e orgânicos continuará a operar com a mesma marca; após anúncio, as ações da Amazon subiam 0,5%

O Estado de S.Paulo

16 Junho 2017 | 11h19

A Amazon.com informou que vai comprar a Whole Foods Market em um acordo avaliado em cerca de US$ 13,7 bilhões, incluindo dívida. A oferta de US$ 42 por ação representa um prêmio de 27% em relação ao preço de fechamento da Whole Foods na quinta-feira.

A negociação das ações da Whole Foods foi interrompida a US$ 32,77 no pré-mercado, enquanto as ações da Amazon subiam 0,5%, a US$ 969.

+THE ECONOMIST: As peripécias dos chineses

Excluindo dívida, o acordo estaria avaliado em US$ 13,39 bilhões, com base em 318,9 milhões de ações diluídas em circulação até 9 de abril.

+Locadoras, frotistas e efeito Uber sustentam reação de montadoras

A Whole Foods, uma rede de lojas com foco em produtos naturais e orgânicos, continuará a operar sob sua marca, disseram as empresas. John Mackey seguirá como presidente-executivo da rede, cuja sede continuará sendo em Austin, no Texas.

A Amazon e a Whole Foods esperam concluir o acordo durante o segundo semestre de 2017.

Mais conteúdo sobre:
Amazon Uber Texas John Mackey Austin

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.