Ambev decide elevar capital por emissão privada

Os acionistas da Companhia de Bebidas das Américas (Ambev) aprovaram nesta sexta-feira, em assembleia geral extraordinária, um aumento de capital no valor máximo de R$ 432,285 milhões, mediante a emissão privada de até 4.264.064 novas ações ordinárias e até 3.328.579 novas ações preferenciais.

EQUIPE AE, Agencia Estado

27 de abril de 2012 | 18h20

O preço de emissão será de R$ 51,56 para cada ação ordinária e de R$ 63,82 para cada ação preferencial, que correspondem aos preços de fechamento de 31 de janeiro.

O aumento de capital será homologado caso atinja o valor mínimo de R$ 258,918 milhões. Do valor total do aumento, 3.157.419 ações ordinárias e 1.506.131 ações preferenciais, cujo preço equivale a R$ 258,918 milhões, serão subscritas por Interbrew International B.V. e AmBrew S/A, ambas subsidiárias da Anheuser-Busch InBev N.V./S.A.

Os acionistas poderão exercer seus direitos de preferência para subscrição no aumento de capital social pelo prazo de 30 dias, que se iniciará em 3 de maio e se encerrará em 1º de junho de 2012, inclusive. O direito de subscrição, fixado com base no número máximo de ações a serem emitidas, poderá ser exercido pelos acionistas na proporção de 0,243573773% das respectivas participações societárias possuídas em 27 de abril após o encerramento do pregão, excluídas as ações em tesouraria.

A partir de 30 de abril de 2012, inclusive, as ações de emissão da companhia serão negociadas ex-direito de subscrição.

Tudo o que sabemos sobre:
Ambevcapital

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.