Ambev inestirá R$ 500 mi em fábrica em Uberlândia

A Prefeitura de Uberlândia (MG) e a Ambev assinaram um documento que prevê a instalação na cidade de uma das maiores fábricas de cerveja do mundo. Ela terá investimento de R$ 550 milhões e vai produzir 800 milhões de litros da bebida por ano das marcas Skol, Brahma, Antarctica e Bohemia. A indústria será instalada em uma área de 150 hectares, a 25 quilômetros do centro da cidade, próximo à BR-452, na saída para Belo Horizonte.

RENE MOREIRA, Agencia Estado

08 de maio de 2013 | 17h41

Durante a obra, serão gerados 2 mil empregos e para o primeiro ano de funcionamento estão previstos 400 empregos diretos. A construção será finalizada em 2018, mas a produção já começa no ano que vem, com um faturamento de R$ 438 milhões. Para 2020, o faturamento anual previsto é de R$ 3,4 bilhões. A escolha por Uberlândia se deu em razão de sua localização, com empresas relevantes do ponto de vista da logística. De acordo com Maurício Soufen, diretor da AmBev no Triângulo Mineiro, a cidade é estratégica e permite um bom escoamento da produção.

A unidade será a maior do País e, no mundo, ficaria atrás somente de uma cervejaria no Missouri (EUA), onde é produzida a Budweiser. Para viabilizar a fábrica brasileira foi preciso um estudo de impacto ambiental em razão do elevado consumo de água que haverá na empresa, já que para fabricar um litro de cerveja são necessários três litros e meio de água. O consumo da fábrica - cuja terraplenagem já começou, é suficiente para abastecer uma cidade de 200 mil habitantes.

A Ambev conta com cinco centros de distribuição em Minas Gerais e outras três fábricas, nas cidades de Juatuba, Contagem e Sete Lagoas. Inicialmente, a produção será voltada ao Triângulo Mineiro e região Centro-oeste do País. Para atrair a unidade, a Prefeitura de Uberlândia ofereceu incentivos como isenção do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e desconto de 75% durante cinco anos no ISS (Imposto Sobre Serviços).

O protocolo de intenções foi assinado na prefeitura com a presença de diretores da Ambev nesta terça-feira, 7. O prefeito Gilmar Machado (PT) assumiu na ocasião o compromisso de buscar parcerias para o treinamento de mão de obra, além de implantar e manter serviços públicos, como coleta de lixo e linhas de ônibus, nas proximidades da fábrica de cerveja. Para o prefeito, esse esforço se justifica porque o município terá vários benefícios, como empregos e aumento na receita. Porém, todos esses pontos do protocolo ainda serão objeto de avaliação e aprovação pela Câmara Municipal.

Tudo o que sabemos sobre:
Uberlândiafábricainauguração

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.