AMBEV tem lucro 4,1% menor no 4o trimestre

A cervejaria AmBev anunciou nestaquinta-feira lucro líquido de 1,132 bilhão de reais no quartotrimestre, queda de 4,1 por cento em relação ao resultadoobtido um ano antes. O resultado foi impactado por perdascambiais relacionadas a investimentos em companhias fora doBrasil, informou a empresa. A companhia, que integra a segunda maior cervejaria domundo em volume, a InBev, que também divulgou resultado nestaquinta-feira, teve lucro no ano de 2,816 bilhões de reais,praticamente empatando com ganho registrado em 2006. "A principal razão para esta diminuição (no lucro do quartotrimestre) foi o aumento da amortização de ágio durante o anode 56,2 milhões de reais e perdas com conversão de moedadecorrentes de investimentos em companhias estrangeiras de138,8 milhões de reais", afirmou a companhia no balanço. A AmBev teve lucro antes de juros, impostos, depreciação eamortização (Ebitda, na sigla em inglês) de 2,795 bilhões dereais no quarto trimestre, avançando 20,2 por cento em relaçãoao obtido um ano antes. No ano, a geração de caixa somou 8,67bilhões de reais, crescimento de 16,4 por cento na comparaçãocom 2006. A margem cresceu de 44,1 por cento no quarto trimestre de2006 para 48 por cento no mesmo período de 2007. O faturamento no trimestre passado somou 5,83 bilhões dereais, crescendo 10,6 por cento sobre o mesmo período de 2006.Enquanto isso, as vendas em volume avançaram 9,5 por cento. O resultado no Brasil da companhia, que opera nas Américas,ajudaram o balanço trimestral da InBev, que registrou alta de16,5 por cento no Ebitda. A geração de caixa do grupo somou4,99 bilhões de euros (7,5 bilhões de dólares), contraexpectativa média de 15 analistas ouvidos pela Reuters de 4,90bilhões de euros. (Reportagem de Alberto Alerigi Jr.; Edição de VanessaStelzer)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.