American Airlines encomenda 460 aviões da Boeing e Airbus, diz ‘WSJ’

Acordos resultarão num compromisso de financiamento de US$ 13 bilhões fornecidos pelas fabricantes de aviões por meio de transações de leasing

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

20 de julho de 2011 | 09h57

A American Airlines, controlada pela AMR Corp., afirmou que fechou acordos com a Boeing e a Airbus para comprar um total de 460 aeronaves de modelos com apenas um corredor, incluindo versões de modelos remotorizados, que serão mais eficientes no consumo de combustível, reportou o Wall Street Journal.

A companhia, que tem um acordo de compra exclusivo com a Boeing há anos, anunciou que comprará 260 Airbus A320s.

Segundo a American Airlines, os acordos resultarão num compromisso de financiamento de US$ 13 bilhões fornecidos pelas fabricantes de aviões por meio de transações de leasing. O financiamento cobre totalmente as primeiras 230 entregas. Os aviões começarão a ser adicionados à frota da American Airlines em 2013 e as entregas serão realizadas até 2022. As novas aeronaves renovarão a grande frota da companhia dos modelos antigos domésticos MD-80 e 757.

No acordo com a Boeing, a American Airlines afirmou que comprará 200 aviões 737 e poderá converter as entregas em variantes da família de aeronaves. A companhia já tem uma frota considerável de 737-800 e outros 50 aviões em encomenda firme. Das 200 aeronaves encomendadas, a American Airlines disse que 100 poderão ser na nova versão do 737 com novo motor. Se a Boeing se comprometer em construir essa nova versão, a empresas será a primeira cliente.

A encomenda da Airbus inclui 130 aviões da atual versão da família A230. No início de 2017, a American Airlines começará a receber outra encomenda de 130 Airbus A320, mas com novos motores, também chamados de A320neo. As informações são da Dow Jones. 

Tudo o que sabemos sobre:
aviaçãoBoeingaviões

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.