American Airlines vai cobrar taxa para assentos dianteiros

A American Airlines, do grupo AMR, disse nesta quarta-feira que irá cobrar uma taxa dos passageiros que quiserem ocupar assentos nas primeiras fileiras da classe econômica, dando continuidade à tendência entre as companhias de aumentar a receita com taxas criativas que antes costumavam fazer parte do bilhete aéreo.

REUTERS

18 de agosto de 2010 | 20h34

A empresa disse que o programa chamado "Lugares Express" possibilita aos passageiros pagar para ocupar aqueles assentos e entrar no avião no primeiro grupo, acelerando o embarque e o desembarque.

A taxa começa em 19 dólares para voos de curta duração, como de St. Louis para Chicago, e aumenta para 39 dólares para viagens mais longas, como de Chicago para Honolulu. O programa será aplicado em território norte-americano, incluindo Porto Rico e Ilhas Virgens.

Os passageiros podem comprar os assentos apenas nas máquinas de auto-check-in entre 24 horas e 50 minutos antes da partida.

As companhias financeiramente abaladas têm criado novas alternativas de estímulo à receita para compensar os níveis historicamente baixos dos bilhetes aéreos e a volatilidade dos preços de combustíveis.

Algumas das taxas mais controversas, como uma para embarcar apenas uma mala, têm sido amplamente aceitas pela indústria aérea norte-americana.

As companhias também têm oferecido preços diferenciados para assentos nas saídas de emergência e no corredor.

(Reportagem de Kyle Peterson)

Tudo o que sabemos sobre:
AEREASAATARIFA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.