Americana Boeing lucra US$ 837 mi no 3º trimestre

A fabricante de aeronaves norte-americana Boeing anunciou hoje um lucro líquido de US$ 837 milhões no terceiro trimestre deste ano, após um prejuízo de US$ 1,56 bilhão no mesmo período do ano passado, provocado por US$ 3,6 bilhões em perdas relacionadas ao desenvolvimento da aeronave para voos comerciais 787 Dreamliner e de cargas 747-8 Freighter. As entregas de ambas as aeronaves continuam atrasadas. A companhia também elevou sua projeção de ganho para 2010.

CYNTHIA DECLOEDT, Agencia Estado

20 de outubro de 2010 | 12h38

O lucro por ação foi de US$ 1,12 no terceiro trimestre, ante prejuízo de US$ 2,23 no mesmo período do ano passado. A entrega das primeiras aeronaves 787 estão previstas para o primeiro trimestre de 2011 e da 747-8 F para meados de 2011. As receitas subiram 2%, para US$ 17 bilhões no terceiro trimestre. Os resultados superaram a previsão dos analistas, de lucro de US$ 1,06 por ação a partir de US$ 16,81 bilhões em receitas.

A Boeing previu que seu lucro em 2010 ficará entre US$ 3,80 por ação e US$ 4,00 por ação - acima da estimativa anterior de ganho de US$ 3,50 a US$ 3,80 por papel. O presidente e executivo-chefe da Boeing, Jim McNerney, disse que os números refletem "sólido desempenho da produção de aeronaves comerciais e dos programas de serviços, além da habilidade de nossas operações de defesa na produção de sólidos resultados no atual ambiente desafiador". As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.