Anac vai exigir explicações públicas da Gol por falhas

A Agência de Aviação Civil (Anac) declarou que vai exigir esclarecimentos públicos da Gol pela pane no sistema de emissão de passagens que afetou a companhia no início da manhã de hoje. Em nota, a agência disse que estuda um conjunto de medidas mais duras para coibir problemas de pontualidade e regularidade das companhias aéreas no País.

JOÃO PAULO CARVALHO E MARCELA GONSALVES, Agencia Estado

19 de julho de 2011 | 20h20

Pelo menos 82 voos da companhia que partiriam do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, com destino a diversas cidades do Brasil registraram atraso. Os cancelamentos da Gol corresponderam a mais de 90% dos atrasos registrados no aeroporto paulistano, que contabilizou um total de 87 atrasos até as 19 horas.

Boa parte do problema foi causado pelo reflexo de uma falha ocorrida no sistema de check-in da Gol em Congonhas no início da manhã de hoje. O sistema foi restabelecido às 8h30, mas afetou as operações durante todo o dia. Durante o período em que ficou inativo, as equipes precisaram realizar os procedimentos manualmente, o que aumentou o tempo médio de atendimento. A empresa divulgou nota na qual diz lamentar pelo desconforto e afirmou que sua prioridade seria agilizar as decolagens.

Tudo o que sabemos sobre:
GolsistemaproblemavoosCongonhasAnac

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.