Anatel estima 300 milhões de celulares no Brasil em 2013

Maior competitividade no setor, influenciada pela portabilidade numérica, deve garantir expansão

Mônica Ciarelli, da Agência Estado,

20 de maio de 2010 | 15h24

A Anatel prevê que em 2013 o Brasil alcance a marca de 300 milhões de celulares. Em 2009, o número foi de 175 milhões e a expectativa é atingir este ano 190 milhões de linhas. A estimativa é do gerente de regulação da Anatel, Bruno Ramos, que participou do Fórum Nacional no BNDES.

Esse crescimento, destaca, é fruto da maior competitividade no setor. Ramos lembra que a Anatel lançou a portabilidade numérica, que permite que o cliente mude de operadora e permaneça com o mesmo número de telefone.

Conforme o executivo, desde o leilão da tecnologia 3G em 2007, o governo vem priorizando metas de ampliação de cobertura em detrimento de preço. Nessa licitação, por exemplo, a Anatel exigiu a cobertura de todos os municípios sede em dois anos após a assinatura do contrato deconcessão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.