Aneel aprova aumento médio de 21,64% nas tarifas de energia da Celg-D (GO)

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira reajuste médio de 21,64 por cento nas tarifas de energia da distribuidora Celg, de Goiás, a ser aplicado a partir de 12 de setembro.

REUTERS

09 de setembro de 2014 | 10h04

Para os clientes que recebem energia em baixa tensão, como as residências, o reajuste será de 19,85 por cento, enquanto os de alta tensão, como as indústrias, pagarão 24,97 por cento a mais.

No fim do mês passado, o Conselho de Administração da Eletrobras aprovou a aquisição do controle da empresa goiana. A operação, que envolve a aquisição de 51 por cento das ações ordinárias da Celg por cerca de 59,5 milhões de reais, ainda precisa ser ratificada em Assembleia Geral de Acionistas da Eletrobras, já marcada para o dia 26 de setembro.

(Por Leonardo Goy)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIAEMPRESASANEEL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.