AngloGold suspende operações na África do Sul

A maior produtora de ouro na África do Sul, a mineradora AngloGold Ashanti Ltd., informou nesta quarta-feira (26) que suspendeu todas as suas operações no país, após a greve que começou em uma das suas jazidas na semana passada ter se espalhado para outras minas. Mineradores das jazidas de West Wits e da região de Val River se juntaram aos trabalhadores que já estavam em greve na mina de Kopanang, que pararam no dia 20 de setembro, informou a empresa.

ANDRÉ LACHINI, Agencia Estado

26 de setembro de 2012 | 20h33

A partir de 10 de agosto, os mineiros da África do Sul começaram uma série de greves ilegais que pararam várias jazidas - em movimentos muitas vezes violentos, como na greve da mina de platina de Marikana, da mineradora Lonmin, onde foram mortas 46 pessoas. A AngloGold diz que negocia com os trabalhadores em greve. A empresa tem 35 mil empregados no país. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
AngloGoldÁfrica do Sul

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.