ANP aprova plano da Petrobras visando reduzir declínio de campo de Marlim

Marlim é um dos principais campos produtores do país, mas enfrenta um declínio na extração

REUTERS

25 de julho de 2014 | 14h16

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aprovou um novo Plano de Desenvolvimento do campo de Marlim, da Petrobras, com o objetivo de reduzir o declínio da produção de petróleo, disse nesta sexta-feira o diretor da autarquia Florival Carvalho.

Marlim é um dos principais campos produtores do país, mas enfrenta um declínio na extração, como outros na Bacia de Campos, a mais importante do país.

O documento, aprovado em reunião recente da ANP, é resultado de exigência feita pela agência que, preocupada com a redução da produção de petróleo na Bacia de Campos, determinou investimentos adicionais da estatal em algumas áreas.

Carvalho explicou que a ANP analisa os planos apresentados pela Petrobras para aumentar a produção de óleo, mas não determina qual o montante de investimentos necessários.

"A ANP analisa do ponto de vista de aumentar o aproveitamento do óleo, e eles vão os passar os investimentos que serão feitos", disse Florival, à Reuters.

Procurada, a Petrobras não respondeu imediatamente quanto deverá investir para a execução do plano para Marlim.

(Por Marta Nogueira)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIAPETROLEOPETROBRAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.